Exibindo página 1 de 44 página(s), 216 registro(s) no total.
1

O que proporciona a oportunidade para o novo e diferente é a mudança a inovação sistemática consiste, portanto, na busca deliberada e organizada de mudanças, assim como na análise sistemática das oportunidades que tais mudanças podem oferecer para a inovação econômica e social.

DRUCKER apud BARBIERI, J. C. Organizações inovadoras: estudos e casos
brasileiros. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2003, p. 18 (com adaptações).

A partir dessa observação, avalie as asserções a seguir. A inovação é um conceito mais limitado do que a invenção

PORQUE

a invenção é o processo pelo qual uma nova ideia é descoberta ou criada, enquanto a inovação inclui o processo de desenvolver e implantar a nova ideia. A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.

0 Comentário(s)

Encontrou algo errado nesta questão?

Cadernos de questões:

Os cadernos permitem que você possa organizar as questões que achou importante de acordo com seu interesse.

Ou crie um caderno novo:

Cadernos com essa questão:

2

Na distribuição de garrafões de 20 litros de água mineral, uma empresa utiliza chapas de compensados de madeira para auxiliar seu transporte, em carrinhos com prateleiras e também nos caminhões de entrega. Essas chapas de madeira se deterioram em um mês devido à umidade. A empresa gasta R$ 57 600,00 comprando 2 400 chapas por ano. Ao mesmo tempo, descarta garrafões de polipropileno, tanto por força da lei que lhes atribui vida útil máxima de três anos, como por trincas, fissuras, mau cheiro e sujeiras. O polipropileno demora 240 anos para se degradar na Natureza. Produzido a partir do petróleo, é um polímero termoplástico que amolece a partir de 127°C, funde a 175 °C e, ao resfriar, readquire a rigidez. Transformar os garrafões descartados (resíduos) em placas para substituir as chapas de madeira apresenta-se como uma solução para o destino dos resíduos. A empresa dispõe de um moinho industrial para a transformação do garrafão em material granulado. A partir deste material foram moldadas placas para testes em escala reduzida. O molde permaneceu durante 1 h e 10 min ao fogo, na temperatura de 160°C. Não houve perda de peso do material durante o processo. A placa de polipropileno, com dimensões equivalentes à de madeira, teve avaliação melhor em resistência à flexão, durabilidade, sustentabilidade e custo. Pesa um pouco mais, porém a diferença foi considerada aceitável pelos trabalhadores. Se danificada, a chapa de polipropileno pode ser novamente reciclada e transformada em uma placa. A solução é viável se comparada ao custo de armazenar e transportar resíduos, e é ambientalmente mais adequada pois destina os resíduos criando um novo produto substituto à madeira, mais durável, reciclável e remanufaturável na mesma unidade produtiva que o consome.

CARVALHO NETO, E.M., FOLHA, A.C.V., BRAGA JUNIOR, A.E. Desenvolvimento
de um produto a partir do refugo de garrafões de polipropileno para
substituição do uso de madeirite. São Carlos, out./2010. XXX Encontro
Nacional de Engenharia de Produção.

Na situação descrita, qual das seguintes alternativas de uso do polipropileno ao final da vida útil do produto, se viável tecnicamente, teria o menor impacto ambiental?

0 Comentário(s)

Encontrou algo errado nesta questão?

Cadernos de questões:

Os cadernos permitem que você possa organizar as questões que achou importante de acordo com seu interesse.

Ou crie um caderno novo:

Cadernos com essa questão:

3

O planejamento da empresa busca a minimização do impacto das frotas de caminhões ao meio ambiente, utilizando a tecnologia para aumentar a eficiência do transporte de matérias-primas, insumos e produtos, reduzindo o consumo de óleo diesel e a emissão de CO2. Para diminuir o número de veículos circulando pelo país, a Empresa lançou o Programa de Compartilhamento da Frota. Caminhões que antes retornavam vazios, depois do abastecimento de fábricas, centros de distribuição e pontos de venda, passaram a transportar carregamentos de empresas parceiras. A adoção do projeto já resultou em uma economia de 1 430 000 litros de combustível e a emissão de 3 922 toneladas de CO2 a menos.
Com o bom resultado da iniciativa, a Empresa decidiu implantar o transporte colaborativo em toda a sua cadeia. A operação é viabilizada pelos softwares Tracking e TMS (Transportation Management System). O Tracking visualiza, em tempo real, o trajeto dos veículos e corrige eventuais problemas de rotas. Já o TMS analisa a possibilidade do Compartilhamento da Frota com as empresas parceiras.

Infere-se que o Programa de Compartilhamento da Frota da Empresa foi implementado como parte do investimento da empresa

1 Comentário(s)

Encontrou algo errado nesta questão?

Cadernos de questões:

Os cadernos permitem que você possa organizar as questões que achou importante de acordo com seu interesse.

Ou crie um caderno novo:

Cadernos com essa questão:

4

A ergonomia pode trazer contribuições importantes ao processo de desenvolvimento de produtos destinados ao consumo de massa, na medida em que possibilita integrar a visão dos usuários ao projeto. Estudos de casos em fabricantes de veículos automotivos e de carrocerias de ônibus mostraram que, na etapa de projeto de produtos, ocorria o uso rotineiro de ferramentas como bancos de dados antropométricos, softwares para simulação, manequins e mapeamento de pressão. A ergonomia era empregada em fases tardias desse processo, para correção, e a integração de aspectos ergonômicos restringia-se a questões relacionadas à antropometria. Registraram-se erros conceituais, por exemplo, no dimensionamento da altura dos assentos fixos. Estes dimensionamentos partem de amostras aleatórias da altura popliteal em usuários reais, em diferentes percentis antropométricos. Mas, na fase de testes, as empresas pesquisadas utilizavam como elementos da amostra apenas profissionais da própria empresa. Considere o critério de não-compressão de tecidos moles e as medidas a seguir, utilizadas para dimensionar a altura de assentos, presumindo que as distribuições sejam normais.

2014_08_25_53fb212579bd5.jpg

Com base nas informações acima, avalie as afirmações a seguir.

I. A altura do assento pode ser dimensionada em 45 cm, valor da mediana para a altura popliteal dos profissionais da empresa e da população.

II. Considerando-se uma folga de 0,50 desviopadrão entre a referência de altura popliteal para dimensionamento da altura do assento em cadeira fixa, essa altura será aceita como adequada se tiver o valor de 37 cm.

III. Um dimensionamento adequado da altura do assento em cadeira fixa para a grande maioria dos profissionais da empresa será inadequado para a população usuária.

É correto apenas o que se afirma em

0 Comentário(s)

Encontrou algo errado nesta questão?

Cadernos de questões:

Os cadernos permitem que você possa organizar as questões que achou importante de acordo com seu interesse.

Ou crie um caderno novo:

Cadernos com essa questão:

5

O EDI, abreviação de Electronic Data Interchange, ou, em português, Intercâmbio Eletrônico de Dados, é um meio de transferência eletrônica de dados entre empresas, de computador para computador, em formatos padrão, ou ainda (...) é a transferência eletrônica de dados entre os computadores das empresas participantes, dados esses estruturados dentro de padrões previamente acordados entre as partes. (...) o EDI foi primeiramente adotado nos Estados Unidos, na década de 1980, pelos setores de varejo e de transportes, expandindo-se mais tarde para os setores automotivo e farmacêutico, entre outros
O processo de implantação da troca eletrônica de dados via EDI na Empresa X teve início entre os anos de 1993 e 1994. Na unidade pesquisada, esse processo ocorreu no ano de 1996, logo após sua fundação. Naquela época, o processo ocorreu sem grandes problemas, pois só havia um cliente conectado com a Empresa X via EDI. No decorrer dos anos, novos clientes passaram também a adotar o EDI como forma de comunicação com a Empresa X e, atualmente, a maioria dos clientes utiliza esta ferramenta para a troca eletrônica com a empresa.
Antes da utilização do EDI, a empresa utilizava principalmente o telefone e o fax em envio de relatórios para a comunicação com os clientes e fornecedores. O processo de adoção do EDI na Empresa X originou-se, principalmente, devido à exigência de algumas montadoras, que definiram que seus fornecedores deveriam implantar o EDI, se quisessem fornecer diretamente para elas.
Além das atividades de envio da necessidade de produção pelos clientes, pedido de compra encaminhado aos fornecedores e emissão de envio de embarque e nota fiscal, o EDI é utilizado para visualizar a demanda acumulada, o que já foi entregue pela empresa, o que está em atraso e os nomes dos clientes que estão esperando para serem atendidos. Ele é usado também em atividades como programação de entregas, alteração de pedido, extrato de conta-corrente, pagamentos etc.

FERREIRA, K.; RIBEIRO, P. Tecnologia da Informação e Logística: os impactos do EDI nas operações logísticas de uma empresa do setor automobilístico. In. Anais do XXIII Encontro Nac. de Eng. de Produção - Ouro Preto, 2003.

Segundo o que explicita estritamente o texto, uma vantagem relevante do EDI é

1 Comentário(s)

Encontrou algo errado nesta questão?

Cadernos de questões:

Os cadernos permitem que você possa organizar as questões que achou importante de acordo com seu interesse.

Ou crie um caderno novo:

Cadernos com essa questão: